quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Exposição Cora Coralina - CCBB Rio de Janeiro



Exposição em homenagem aos 25 anos de morte da poeta Cora Coralina com tralhalhos, fotos, correspondências, fotografias e instalações. (criada pelos cenógrafos Daniela Thomas e Felipe Tassara).
Cora começou a escrever aos 14 anos, mas teve seu primeiro livro publicado aos 76 anos.
De 11 de Janeiro a 13 de Março
Centro Cultural do Banco do Brasil - Rio de Janeiro

Uma poesia de Cora:

Não sei… Se a vida é curta
Ou longa demais pra nós,
Mas sei que nada do que vivemos
Tem sentido, se não tocamos o coração das pessoas.

Muitas vezes basta ser:
Colo que acolhe,
Braço que envolve,
Palavra que conforta,
Silêncio que respeita,
Alegria que contagia,
Lágrima que corre,
Olhar que acaricia,
Desejo que sacia,
Amor que promove.

E isso não é coisa de outro mundo,
É o que dá sentido à vida.
É o que faz com que ela
Não seja nem curta,
Nem longa demais,
Mas que seja intensa,
Verdadeira, pura… Enquanto durar

Cora Coralina

3 comentários:

  1. linda poesia, boa escolha, fui na exposição e adorei. Meu filho de 9 anos ficou encantado com as poesias. Voc~e foi na do Escher? É in-crí-vel!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito também das duas exposições.O CCBB está fazendo uma programação muito legal. Vamos esperar as próximas!

    ResponderExcluir
  3. Amei o seu blog e tomei a liberdade de mencionar no meu. Até publiquei a poesia de Cora Coralina que amei.

    ResponderExcluir