terça-feira, 17 de janeiro de 2012

Documentários - parte 1



"Don't Look Back", de D.A Pennebaker, 1965
Quando o aclamado documentarista DA Pennebaker (Monterey Pop, The War Room) filmou Bob Dylan durante uma turnê de três semanas na Inglaterra em 1965 ele não tinha idéia que estava documentando um dos maiores ícones de várias gerações, uma lenda do rock. Se você tem  interesse na história de Dylan  este é um filme bastante significativo.


"Westway To The World", de Don Letts, 2000
The Clash  a banda de punk-rock inglesa de rapazes  ingenuos que achavam que poderiam mudar o mundo. Documentário com entrevistas, filmagens, fotos, discografia e muitas outras coisas . Em 2002, morre Joe Strummer, o vocalista, guitarrista e compositor da banda.


 "The Devil and Daniel Johnston", de Jeff Feuerzeig, 2005

A vida do perturbado músico Daniel Johnston. Daniel Johnston é um gênio maníaco-depressivo cantor / compositor / artista.
O Diabo e Daniel Johnston é um retrato impressionante de um gênio musical e artístico que quase desapareceu.  Como um artista que sofre de depressão maníaca, com delírios de grandeza, as flutuações selvagens Daniel Johnston, inúmeras espirais descendentes, e pausas periódicas são expostos neste documentário profundamente comovente.Um misto de loucura e amor.
Vencedor do prêmio de diretor no Festival de Filmes Sundance em 2005.


"Gimme Shelter", de Albert e David  Maysles e Charlotte David Zwerin , 1970

Um documentário que captura os Rolling Stones num dos períodos mais vibrantes da sua carreira.O que ficou muito marcante nesse documentário foram as cenas de violencia e a postura de Mike Jagger diante da cena de assassinato de um jovem negro (Meredith Hunter) pelos hell's angels, contratados pelos Stones como seguranças.



"The Kids Are Alright", de Jeff Stein, 1979
Maravilhosas versões de "Won't Get Fooled Again" e "Baba O'Riley". Roger Daltrey marchando no lugar, balançando o microfone , Pete Townshend com seus pulos, danças esquisóides ao mesmo tempo fazendo os giros de helicóptero e seus famosos acordes de guitarra; Keith Moon jogando suas baquetas, visivelmente chapado, e em meio a tudo isso, a tranquilidade e genialidade de John Entwhistle, paradão quase imóvel, exceto por suas mãos.
Foi a última vez que o The Who tocou na formação original, Keith Moon morreria apenas três meses depois.

Nenhum comentário:

Postar um comentário