domingo, 19 de dezembro de 2010

We are all made of stars - musica de Moby e Artigo de Marcelo Gleiser

drawing by moby





Nós Somos Todos Feitos de Estrelas

Composição de Moby

Crescendo em números
Crescendo em velocidade
Não pode lutar contra o futuro
Não pode lutar contra o que eu vejo

Pessoas vêm junto
Pessoas se quebram
Ninguém pode nos parar agora
Porque nós somos todos feitos de estrelas

Esforços de amantes
Partidos em minha mente
Eu canto nos alcances
Nós veremos o que nós achamos

Pessoas vêm junto
Pessoas se quebram
Ninguém pode nos parar agora
Porque nós somos todos feitos de estrelas

Pessoas vêm junto
Pessoas se quebram
Ninguém pode nos parar agora
Porque nós somos todos feitos de estrelas

Lento lento lento, venha vindo
Alguém vem vindo vindo
Até mesmo amor o amor está dando voltas
Você não pode ignorar o que está em volta

Reconstruindo lentamente
Eu sinto isto em mim
Crescendo em números
Crescendo em paz

Pessoas vêm junto
Pessoas se quebram
Ninguém pode nos parar agora
Porque nós somos todos feitos de estrelas

Pessoas vêm junto
Pessoas se quebram
Ninguém pode nos parar agora
Porque nós somos todos feitos de estrelas

Inevitabilidade humana
Marcelo Gleiser
"Olhe para suas mãos . Nela, você encontra átomos que pertenceram a estrelas desaparecidas há mais de 5 bilhões de anos. Essas estrelas, no final de sua existência, forjaram os elementos químicos que compõem o seu corpo, as montanhas, os rios e os oceanos........

Somos, concretamente, restos de estrelas animados de consciência... Temos muitas lacunas a preencher nessa grande narrativa cósmica...

A ciência comprova nossa profunda relação com o Cosmos. Não apenas porque vivemos nele, mas porque somos feitos dele: nós e todos os agregados de matéria, vivos e não-vivos. Estamos no Cosmos e o Cosmos está em nós.

Quem duvida que a ciência é uma busca espiritual deveria refletir sobre o que escrevi acima.A pesquisa do cientista, os dados e sua análise quantitativa, são atividades que dão concretude à busca. Alguns ficam só nisso e estão bem assim. Mas uma visão menos focada releva o óbvio: a ciência responde a anseios espirituais que estão conosco desde tempos ancestrais....

Se podemos refletir sobre a vida, temos algo de especial. Isso deveria nos levar a uma reavaliação de nosso papel: guardiões da vida e do planeta. Talvez seja essa a nossa missão inevitável."

Trechos do artigo Inevitabilidade Humana de Marcelo Gleiser na Folha de São Paulo (dia 19.12.2010)

3 comentários:

  1. Alcione e Bere, lindo o blog. Desde a foto do perfil até o layout. Eu não conhecia a tradução dessa canção do Mob. Achei bem interessante, o texto que segue também é bacana. Um primor de postagem. Parabéns!

    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso)
    Gostaria de lhe convidar para que comentasse o meu conto “A infeliz procura por uma rachadura”. Ok?
    http://jefhcardoso.blogspot.com de blog em blog.

    ResponderExcluir
  2. Jefh
    Obrigado pelo comentário carinhoso!Colocamos comentário em seu blog sobre seu conto.Parabéns!

    ResponderExcluir