sexta-feira, 25 de junho de 2010

Theda Bara


























































"Vamp" 1915.

"Carmen" 1915
1920


Theodosia Goodman nasceu em 29 de julho de 1885, em Avondale,Cincinnati, Ohio, filha do alfaiate judeu nascido na Polônia, Bernard Goodman, e sua esposa Pauline Louise de Coppett (1861-1957), nasceu na Suíça e também era de origem judia. Foi uma das primeiras vamps do cinema mudo norte-americano. Seu nome vem de Theodosia  e Baranger (sobrenome materno).
Seu primeiro sucesso num filme do famoso produtor William Fox, intitulado "A Fool There Was", foi baseado no poema dramático "The Vampire" de Rudyard Kipling.
"A Fool There Was" foi lançado em 1915 e em todas as platéias do mundo houve enorme comoção diante da mulher de olhos negros e grandes, pintados com exagero, de corpo sinuoso. A partir daí, a fascinante estrela marcou época na história do cinema, principalmente pelo tipo que criou: a mulher que prendia os homens à sua sedução vampiresca, arrastando-os à paixão e ao delírio, para depois desprezá-los. Dominadora serena e irresistível, com olhos de fogo e gelo no coração, Theda Bara fez mais de 40 filmes. Interpretou Cleópatra, Salomé e Madame de Pompadour, mulheres cuja fascinação erótica destruiu homens que dominavam vastos reinos.
Seu último filme foi a comédia "Madame Mystery". Tem uma estrela na Calçada da Fama em Hollywood e a história de sua vida foi retratada no filme "Theda Bara: The Woman With the Hungry Eyes, em 2005".
Morreu em 7 de abril de 1955, aos 69 anos, em Los Angeles, Califórnia.
Muitos dos seus filmes foram destruidos em um incêndio nos armazéns da Fox , em Nova Jersey , assim como a maioria dos filmes mudos deste estúdio.

Curiosidades
A famosa frase e muito cinematográfica "Kiss Me, Stupid" foi utilizada pela primeira vez na história do cinema por Theda Bara.

Theda Bara é um anagrama de Arab Death (morte árabe ).

Contra a imagem do vampiro que ela tinha em seus filmes, Theodosia era realmente uma mulher extremamente tímida e quieta.

"Eu tenho a cara de uma vampira , mas o coração de uma feminista."

"As pessoas acreditam cegamente no que você vê na tela. Acham que os artistas são idênticos aos nossos personagens. Eles chegaram a quebrar cartazes com uma foto minha e por isso uma vez uma mulher chamou a polícia porque o filho estava falando comigo."

"Estou condenada a continuar a fazer papéis de vamp ao longo da minha vida. Acho que é porque a humanidade precisa que seja repetida a mesma lição de moral ."

FILMOGRAFIA

The Stain (Eclectic Film Co./Pathe-Freres, 1914)

A Fool There Was (Fox, 1915)

The Kreutzer Sonata (Fox, 1915)

The Clemenceau Case (Fox, 1915)

The Devil's Daughter (Fox, 1915)

Lady Audley's Secret (Fox, 1915)

The Two Orphans (Fox, 1915)

Sin (Fox, 1915)

Carmen (Fox, 1915)

The Galley Slave (Fox, 1915)

Destruction (Fox, 1915)

The Serpent (Fox, 1916)

Gold and the Woman (Fox, 1916)

The Eternal Sapho (Fox, 1916)

East Lynne (Fox, 1916)

Under Two Flags (Fox, 1916)

Her Double Life (Fox, 1916)

Romeo and Juliet (Fox, 1916)

The Vixen (Fox, 1916)

The Darling of Paris (Fox, 1917)

The Tiger Woman (Fox, 1917)

Her Greatest Love (Fox, 1917)

Heart and Soul (Fox, 1917)

Camille (Fox, 1917)

Cleopatra (Fox, 1917)

The Rose of Blood (Fox, 1917)

Madame Du Barry (Fox, 1917)

The Forbidden Path (Fox, 1918)

The Soul of Buddha (Fox, 1918)

Under the Yoke (Fox, 1918)

Salome (Fox, 1918)

When a Woman Sins (Fox, 1918)

The She Devil (Fox, 1918)

The Light (Fox, 1919)

When Men Desire (Fox, 1919)

The Siren's Song (Fox, 1919)

A Woman There Was (Fox, 1919)

Kathleen Mavourneen (Fox, 1919)

La Belle Russe (Fox, 1919)

The Lure of Ambition (Fox, 1919)

The Unchastened Woman (Chadwick Pictures Corporation, 1925)

Madame Mystery (Hal Roach/Pathe, 1926)
 
Theda Bara from bere Cibiac on Vimeo.
Banda Lacrimosa / Música Requiem -As frases ditas em latim na música e o nome da banda foram tiradas de uma das partes (Lacrimosa) da última composição de Mozart: "Requiem".








Nenhum comentário:

Postar um comentário